From Instituto da Guerra

Nexus de Ilhas das Sombras

Ilhas.png

A eficácia inquestionável dos selos de proteção e ocultação dos Nexus foi submetida a uma prova rigorosa há algumas décadas, quando um destes poderosos centros foi estabelecido na Ilha das Sombras. Este Nexus, habilmente camuflado, conseguiu ocultar-se de todas as entidades sombrias e mortos que assombram aquelas terras.

Apesar de ser o Nexus menos habitado, desempenha um papel crucial como refúgio para os intrépidos aventureiros.Estrategicamente localizado no coração da Ilha, o Nexus permanece dissimulado sob um domo mágico, obscurecendo sua verdadeira natureza para todas as almas, inclusive os mortos, que o enxergam como uma mera ruína abandonada.

As paredes são erguidas com um material negro e profundo, tornando-o invisível para aqueles que o atravessam, uma miragem em meio à escuridão.

A construção deste Nexus foi a mais dispendiosa e sacrificada, com voluntários corajosos que escolheram arriscar suas vidas para erguer esta chama frágil no oceano da escuridão. Este local é mais do que um simples ponto de encontro; é uma promessa, uma vela acesa na imensidão das sombras, destinada a iluminar o caminho para a reconquista das Ilhas das Sombras e devolvê-las à bênção da luz.

Localização

Os arredores do Nexus formam um cenário sombrio e desolador, encapsulando a atmosfera gélida e melancólica que permeia a região. Cercado por um campo morto e sem vida, este terreno desolado é marcado pela ausência de vegetação e pela presença de uma aura opressiva que parece sufocar qualquer vestígio de vida.

A paisagem é dominada por uma cadeia de colinas sinistras, cujas formas escuras se erguem como monumentos de solidão e desespero. Outrora testemunhas de dias mais auspiciosos, essas colinas agora guardam os segredos e as sombras do passado, contribuindo para a atmosfera pesada que paira sobre os arredores do Nexus.

O campo morto, estendendo-se até onde os olhos podem alcançar, é uma terra árida e sem esperança. As cinzas e os restos mortais de plantas e árvores testemunham a devastação que assolou essa região, sugerindo que a própria essência da vida foi extirpada pela influência maligna que envolve as Ilhas das Sombras.

Apesar da tristeza que paira sobre essas terras, o Nexus das Ilhas das Sombras permanece como um ponto de luz no centro da escuridão. A sua construção meticulosa e a magia que o envolve são um contraste vívido com os arredores sombrios, representando a esperança e a determinação do Instituto da Guerra em enfrentar as trevas que assolam a região.

Aparência

Erguendo-se como uma fortaleza sinistra nas entranhas da Ilha das Sombras, o Nexus é um espetáculo impressionante e assombroso. Construído inteiramente de um material negro e escuro, suas paredes exalam uma aura sombria que se destaca contra o cenário desolado ao seu redor.

As linhas arquitetônicas são acentuadas por uma série de torres pontiagudas que se elevam ameaçadoramente para o céu, conferindo uma presença imponente e agressiva à paisagem. A estrutura maciça, muitas vezes envolta em sombras, parece fundir-se com a escuridão circundante, criando uma visão impressionante de poder sombrio.

Internamente, o Nexus revela um contraste intrigante com a escuridão exterior. A entrada majestosa conduz a um interior iluminado por uma luz etérea de tonalidade verde-azulada. Essas iluminações, que parecem pulsar com uma energia mágica, lançam um brilho sutil sobre as paredes negras, criando uma atmosfera surreal e misteriosa. Corredores amplos e majestosos conduzem a diferentes seções do Nexus, cada um revelando detalhes intrincados e símbolos mágicos que permeiam a estrutura.

As torres pontiagudas, visíveis a partir do exterior, alojam câmaras secretas e salões de reuniões, proporcionando um senso de verticalidade e complexidade à estrutura. Nos pontos mais altos, as janelas revelam vistas espetaculares da paisagem envolvente, destacando ainda mais a dualidade entre a opressiva escuridão e a luz mágica que emana do interior.

Instalações

Todos os Nexus do Instituto possuem diversas instalações para auxiliar os Campeões em suas missões ou para o funcionamento próprio do local. Dentre as instalações do Nexus das Ilhas das Sombras estão as seguintes:

A Sala de Portais

No coração sombrio do Nexus, a Sala de Portais emerge como uma câmara mágica e enigmática. As paredes, feitas do mesmo material negro que define a fortaleza, envolvem a sala em uma escuridão impenetrável, contrastando com a luz etérea que irradia dos nove portais posicionados estrategicamente ao redor do espaço.

Cada portal, meticulosamente esculpido a partir do mesmo material sombrio, parece absorver a luz ao seu redor, criando uma ilusão de profundidade inexplorada. Suas superfícies são adornadas com intrincados padrões mágicos, que brilham intermitentemente, sugerindo uma energia poderosa pulsando por trás das dimensões desconhecidas.

A sala em si é ampla, com um piso liso e escuro que reflete as imagens distorcidas dos portais quando se movem. A luz verde-azulada que emana dos portais cria um contraste sobrenatural com a escuridão ao redor, lançando sombras dançantes e misteriosas pelas paredes. No centro da sala, um pedestal elevado sustenta um mapa mágico que indica a localização de cada portal e as conexões entre os diversos destinos.

O Cemitério Consagrado

Na parte traseira da fortaleza, ergue-se o Cemitério Consagrado, uma instalação sombria que se destaca como testemunha silenciosa daqueles que ousaram enfrentar as trevas das Ilhas das Sombras. Apesar da atmosfera macabra que envolve a área, o cemitério é uma expressão de respeito e cuidado dedicados àqueles que sacrificaram tudo em prol da causa.

As sepulturas são dispostas de maneira ordenada, com lápides escuras e robustas emergindo do solo. Cada uma é marcada com símbolos e inscrições, gravadas como homenagem aos indivíduos cujas histórias se entrelaçaram com a busca pela luz em meio à escuridão. Flores escuras e murchas guarnecem os espaços entre as sepulturas, adicionando uma aura melancólica à paisagem.

O cemitério é protegido pelo mesmo domo mágico que envolve o Nexus, formando uma barreira impenetrável contra criaturas indesejadas. O domo, ao mesmo tempo que preserva a serenidade do local, também adiciona uma camada adicional de mistério, tornando as sepulturas visíveis apenas para aqueles que têm o direito de adentrar esse espaço consagrado.

A luz etérea, que permeia sutilmente através do domo, cria uma atmosfera sobrenatural sobre o Cemitério Consagrado. À noite, essa luz parece dançar sobre as lápides, conferindo um toque de encanto ao local.

Os Cofres Antigos

Situada nos recessos mais profundos, essa instalação é um labirinto de túneis intrincados e câmaras secretas que exploram a antiga organização da civilização de Helia. Este complexo subterrâneo é um testemunho da habilidade engenhosa dos construtores que vieram antes, uma tentativa de preservar e aproveitar a riqueza cultural da Ilha das Sombras.

Os túneis sinuosos mergulham nas entranhas da ilha, revelando padrões geométricos elaborados e inscrições místicas que remontam aos dias antigos das Ilhas. As paredes escuras e imponentes são entrecortadas por caminhos secretos e passagens ocultas, criando uma rede de corredores que serpenteiam pelos alicerces da fortaleza.

À medida que se explora mais profundamente, câmaras secretas se desdobram, cada uma contendo antigos artefatos e relíquias preservadas meticulosamente. Iluminadas por velas antigas e luminescência espectral, essas câmaras são guardiãs silenciosas, com exibições de artefatos culturais, manuscritos preservados e objetos ritualísticos.

Os cofres, cuidadosamente organizados nas câmaras mais protegidas, exibem uma variedade de desenhos e adornos complexos. Feitos de materiais que resistiram ao teste do tempo, esses cofres guardam segredos e tesouros que foram preservados pelos habitantes originais de Helia.

Alguns estão entalhados com símbolos mágicos, enquanto outros exibem detalhes meticulosos que refletem a maestria artesanal da época. A arquitetura dos Cofres Antigos incorpora elementos da civilização de Helia, homenageando e respeitando a rica herança da ilha.

O Memorial de Helia

Uma sala reverenciada que serve como testemunha silenciosa da rica e tumultuada história das ilhas. Esta instalação é uma homenagem à conexão ancestral das ilhas com a antiga proteção das Águas da Vida, representada pela árvore anciã Maokai, até os eventos sombrios que levaram à queda da civilização com a invasão de Viego.

As paredes escuras do Memorial são adornadas com gravuras intrincadas que narram a saga das Ilhas das Sombras. Cada cena é imbuída de emoção e detalhes, capturando momentos-chave que moldaram o destino das ilhas.

A luz etérea, filtrada de maneira sutil através de uma cúpula mágica, ilumina as gravuras em intervalos regulares, criando uma atmosfera única. À medida que os visitantes percorrem a sala, a iluminação cria uma experiência imersiva, revelando gradualmente a narrativa complexa e multifacetada.

Uma seção especial da sala é dedicada à representação da árvore anciã Maokai, o protetor ancestral das Águas da Vida nas ilhas. Detalhes minuciosos capturam a grandiosidade e a importância mística da árvore, simbolizando uma era de harmonia.

A parte final do Memorial aborda os eventos que levaram à queda da civilização das Ilhas das Bênçãos, destacando a invasão de Viego e as consequências devastadoras que se seguiram. As gravuras revelam o sofrimento e a luta dos habitantes diante da escuridão que se abateu sobre eles.

Bancos esculpidos com habilidade oferecem um espaço para os visitantes refletirem sobre a história das ilhas. O Memorial de Helia não apenas conta uma história, mas convida os espectadores a se conectarem com o passado sombrio e a compreenderem as forças que moldaram o presente.

O Labirinto Subterrâneo

Aninhado nos confins mais profundos e sombrios da fortaleza, o Labirinto Subterrâneo é uma engenhosa instalação que se entrelaça parcialmente com os Cofres Antigos. Concebido como uma defesa adicional, o labirinto serve para confundir invasores e proporcionar uma rota de fuga estratégica em caso de emergência, caso as proteções mágicas do Instituto venham a falhar.

Meticulosamente entrelaçado com a rede de túneis dos Cofres Antigos, compartilhando espaços e corredores com a instalação adjacente. Isso cria uma complexidade adicional, onde os intrincados caminhos do labirinto se misturam com os túneis históricos que contêm os Cofres Antigos. A integração dessas duas instalações cria uma camada adicional de desorientação para aqueles que ousam invadir.

Os corredores são um emaranhado de caminhos tortuosos, com encruzilhadas, escadas ascendentes e descidas sinuosas. Símbolos mágicos e inscrições nas paredes são tanto uma decoração quanto uma forma de identificação para aqueles que conhecem o labirinto. Armadilhas mágicas estão estrategicamente posicionadas, desencadeando ilusões, confusão e até mesmo bloqueios temporários para desorientar invasores.

A iluminação no Labirinto é composta por luzes espectrais que oscilam entre tons de verde e azul. Essa luz instável cria sombras dançantes que podem enganar os sentidos, tornando difícil distinguir entre ilusão e realidade. A atmosfera dinâmica intensifica a sensação de desconcerto e desorientação ao navegar pelos corredores labirínticos.

Personagens Relacionados

Abaixo estão algumas das figuras mais relevantes para o Nexus das Ilhas das Sombras:

Grão-Mestre Gael Menediah

IdS Gael Menediah.png

Gael Menediah, mais conhecido como Glutalmas, ostenta a imponente posição de Grão-Mestre no temível Nexus das Ilhas das Sombras, o mais perigoso em toda Runeterra. Esse colosso sentinense, com imponentes 2,60 metros de altura, é uma lenda viva, e as histórias que circulam sobre ele são apenas uma pálida amostra de seus verdadeiros feitos.

Nascido alguns anos antes de Gangplank se tornar o Imperador dos Mares, Gael teve sua época como membro da tripulação inicial de Gangplank, quando o agora lendário pirata ainda era um capitão em ascensão. A maior parte de sua vida foi dedicada à árdua tarefa de pescar feras marinhas, um ofício que o levou a enfrentar uma serpente abissal em um confronto épico. Gael, notável por sua coragem, foi o único sobrevivente do ataque, embora não tenha saído ileso.

No calor da batalha, Gael arrancou um dos olhos da fera, mas a vitória veio com um preço alto. Seu tórax foi gravemente ferido, e seu corpo foi encontrado entre destroços, à beira da morte. Os curandeiros locais fizeram o possível, mas a recuperação parecia impossível até que a intervenção de um tecmaturgo piltovense, em uma visita a Águas de Sentina, mudou o curso do destino.

Usando tecnologia hextec experimental, o tecmaturgo reconstruiu completamente a estrutura torácica de Gael. A inovação, no entanto, veio com um ônus - Gael agora dependia da energia das almas para manter sua nova forma. Após um período atuando como justiceiro em Águas de Sentina, o Instituto da Guerra reconheceu sua habilidade única e o recrutou para comandar e proteger o Nexus local, sob a direção de ninguém menos que Liana.

A visão surpreendente de Gael teleportando-se para a Sede do Instituto, Liana a seu lado, é uma cena que perdura nas conversas até os dias atuais. Sob seu comando, todos confiam plenamente em sua liderança, defendendo-o com uma devoção inabalável, cientes de que têm ao seu lado um líder cuja força é igualada apenas por sua impressionante história de superação.

Irene, a Sombra Desvelada

IdS Irene.png

Irene emergiu das sombras como uma figura misteriosa e sinistra, cujo passado permanece envolto em segredos. Nascida e criada nas Ilhas das Bênção, ela é uma mistura peculiar de magia ancestral e poderes sombrios que a ligam diretamente à névoa negra que permeia essas terras macabras.

Ela possui uma beleza sombria, com longos cabelos negros que parecem absorver a luz ao seu redor. Seus olhos, profundamente penetrantes, brilham com um fulgor etéreo de tonalidade azulada. Vestida com trajes que se confundem com as sombras, ela carrega consigo uma aura de mistério, onde suas vestes negras se entrelaçam com a névoa, dando-lhe uma aparência etérea.

Ela assumiu o papel de guardiã dos mistérios ancestrais que permeiam as Ilhas das Sombras. Conhecendo os eventos passados e futuros através das sombras, ela é uma conselheira respeitada dentro do Nexus. Sua voz ecoa como sussurros sombrios, trazendo orientação aos residentes das Ilhas das Sombras quando o véu entre a vida e a morte se torna tênue.

Apesar de sua lealdade aparente ao Nexus, Irene esconde seus próprios objetivos. Ela busca desvendar segredos que foram esquecidos pelo tempo e manipular as forças sombrias para um propósito que somente ela compreende.

Sua presença é inquietante, marcada por um equilíbrio frágil entre aliada e enigma. Enquanto ela fornece conselhos valiosos e poderes sombrios ao Nexus, sua verdadeira lealdade permanece envolta na penumbra, mantendo todos ao seu redor cautelosos e curiosos sobre os verdadeiros desígnios da Sombra Desvelada.

Lyraeth, o Sábio

IdS Lyraeth.png

Com uma pelagem exuberante que muda de tons entre o cinza e o preto, Lyraeth exibe as características das raposas. Seus olhos brilham com uma luz intensa, refletindo sua sabedoria e determinação. Vestindo túnicas adornadas com símbolos ancestrais, ele carrega consigo pergaminhos antigos e artefatos vesani que remontam à era pré-sombra.

Ele é um estudioso consumado, mergulhado nos ensinamentos e registros antigos de seu povo. Sua pesquisa incansável o levou a compreender as origens da névoa negra que envolve as Ilhas das Sombras, bem como a busca por maneiras de restaurar a conexão perdida entre os vastayas e a natureza.

Ao contrário de muitos que temem a névoa, esse vastaya aprendeu a manipulá-la de maneira sutil. Utilizando suas habilidades mágicas, ele consegue criar barreiras protetoras contra os efeitos negativos da névoa e até mesmo extrair conhecimento oculto por meio de visões místicas.

Lyraeth é conhecido por sua presença serena e conselhos ponderados. Ele se tornou uma figura respeitada no Nexus, sendo frequentemente consultado para tomadas de decisão importantes. Sua busca por conhecimento e redenção o coloca em uma posição única, equilibrando sabedoria ancestral com a esperança de um futuro renovado para seu povo.